Classificação do Vinho Espanhol

JOVEN, CRIANZA, RESERVA E GRAN RESERVA


Muitas regiões vinícolas têm classificações próprias para seus vinhos. Neste post vamos destacar como é feita a classificação nos vinhos na Espanha.

Uma das coisas mais úteis para conhecer sobre os vinhos tintos espanhóis são os termos que descrevem o seu tempo de amadurecimento em barris de carvalho. E para trazer um pouco mais de complexidade para algo já complicado, as regiões de Rioja e Ribera del Duero aplicam regras diferentes para essas classificações. Falaremos sobre isso em breve nos próximos posts!


Pela semelhança com o português em algumas palavras, os termos em espanhol podem confundir um pouco os mais desavisados. Vinho Crianza, por exemplo, não tem relação com a palavra "criança" e sim com "criação", que está diretamente ligado ao tempo de amadurecimento do vinho.


VINHO JOVEN

Essa classificação se dá aos vinhos que, geralmente, não passam por um estágio em barricas. Sua comercialização começa no ano seguinte da safra.


Aqui é importante não confundir a nomenclatura com a idade do vinho. Pode haver disponível no mercado vinhos Jovens de safras mais antigas.


Os vinhos Jovens são mais simples, frescos, frutados e perfeitos para o dia-a-dia por terem valores bastante acessíveis.


VINHO CRIANZA

Vinhos com essa classificação precisam passar por um estágio de 6 a 12 meses em barris de carvalho e começam a ser comercializados depois de 2 anos.


Os Crianzas são vinhos que têm um pouco mais de complexidade que os jovens, são fáceis de tomar, frescos e com sabores vibrantes. Apresentam notas de frutas vermelhas, e toques de especiarias e baunilha.


No caso dos brancos e rosés, mínimo de seis meses em barricas e total de um ano e meio de amadurecimento.



VINHO RESERVA

Vinhos com essa classificação precisam passar por um estágio de 6 a 12 meses em barris de carvalho e começam a ser comercializados depois de 2 anos. Já os brancos e rosés têm variação de tempo em madeira de acordo com a região, mas o amadurecimento total deve ser no mínimo de dois anos.


Os Reserva são mais complexos por estarem mais tempo em contato com a madeira, e por serem elaborados com uvas de altíssima qualidade. Apresentam aromas e sabores ricos.


É sempre importante lembrar que outras regiões vinícolas também produzem vinhos Reserva, mas as regras descritas aqui se aplicam somente aos vinhos da Espanha.


VINHO GRAN RESERVA

Os vinhos com denominação Gran Reserva estão no topo das produções espanholas. As regras são mais rígidas e a safra precisa ser considerada incrível.


Vinhos com essa classificação precisam passar por um estágio de 6 a 12 meses em barris de carvalho e começam a ser comercializados depois de 2 anos. Os brancos e rosés devem amadurecer por quatro anos e passar por seis meses em madeira. São rótulos de qualidade superior, sofisticados e poderosos.


Os vinhos tintos são complexos e com boa estrutura. Além de elegância e intensidade muito presentes.

O mundo do vinho é bastante complexo e com muitos detalhes. Mas aprender e conhecer mais, acompanhado por uma taça, é sempre mais gostoso!


Qual vinhos espanhol é inesquecível para você? Conta pra gente nos comentários!


Cheers!




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo