nossos vinhos_otero ramos.jpg

A VINÍCOLA

Família Otero Ramos é o produto resultante de décadas de esforço, paixão e trabalho. O projeto que Manuel Otero Ramos amadureceu durante muitos anos, desde o início foi planejado com seriedade para ser um legado que hoje se mostra com orgulho.

Em uma província onde a cultura do vinho foi guiada sempre por nossos antepassados, poucos são aqueles que conseguem construir um empreendimento de vinho. Este é o caso do Don Manuel, que leva a viticultura no sangue e foi capaz de envolver-se com a terra.

 

Manuel Ramos Otero estabeleceu uma meta, não como alto intangível, mas como algo que é possível de realizar. Simultaneamente, com seus estudos, começou a trabalhar na área de bens imobiliários. Isto lhe permitiu se aprofundar em assuntos importantes relacionados ao vinho.

Don Manuel sempre se destacou por sua força e empenho, e agiu com ênfase particular em cada atividade em seu comando. O sucesso nessa atividade lhe deu a oportunidade de viajar a mundo representando Mendoza. Nessas viagens, se apaixonou pela mística especial de adegas e vinhas na Espanha, França, Itália e Napa Valley.  Essas experiências enriqueceram seu conhecimento pelo vinho.

 

Durante uma década, decidiu concretizar o que havia planejado. Surgiu então este projecto ambicioso. No final dos anos 90, ele

adquiriu uma importante parcela de terra rica em Luján de Cuyo, primeira área viticultora de Mendoza, berço dos maiores

vinhos argentinos e lugar único no mundo com Denominação de Origem para Malbec.

 

Com a chegada de um novo século, juntamente com sua esposa e filhos, ele continuou com a realização deste projeto,

cuja marca sempre foi a paixão e a convicção para deixar a marca para as gerações futuras.

OS VINHOS